Como controlar o fator emocional em dietas

12:03

Estar dentro de uma dieta ou programa alimentar para perda de peso vai muito além de regrar o organismo com uma nova forma de se alimentar. Transformações implicam em consequências emocionais que também precisam aprender a ser controladas, afinal, elas são as grande vilãs de todo o processo.

Quem nunca sentiu sentimento de culpa depois de comer um alimento que não estava na dieta? Isso é algo comum e está muito relacionado a ansiedade a que a mente fica exposta no momento de transformações.  A primeira coisa a fazer quando entrar numa dieta é encarar como uma transformação, alguns escorregões não são problemas e não deve acontecer autopunição o tempo todo.

O segredo está em agir com responsabilidade. Pior do que sair da dieta é achar que saiu da dieta e ficar com sentimento de fracasso, isso leva a ainda mais ansiedade e até a desistências. Esse sentimento pode tanto ser controlado com suplementos naturais (nunca remédios!), mas também com outras práticas como por exemplo um hobby, prática de exercício físico, algo que  traga satisfação e te faça sentir bem, se sentir capaz.

Encare uma reeducação alimentar como um processo a longo prazo, alguns deslizes também devem fazer parte disso. Afinal, não há pessoa que viva sem comer coisa que goste, a alimentação também precisa ser algo prazeroso, não deixe que um calendário funcione como uma camisa de força. Depois de algum tempo isso vai te causar sensação de aprisionamento, frustração e possibilidade de desistências ou adoção de hábitos não saudáveis.

Outra coisa que pode ajudar é dar mais valor a alimentação. Comer salada só por que faz bem não é algo bom. Por isso aproveite esse momento da sua vida para provar o sabor de cada coisa, misturar, fazer combinações agradáveis participe desse processo ao máximo. Assim você terá prazer de comer coisas diferentes, sem estar agredindo a sua própria personalidade.



VOCÊ PODE GOSTAR TAMBÉM

0 comentários