O Uso Crescente de maquiagens na arábia

13:57

As mulheres sauditas gastam mais em cosméticos do que mulheres no Ocidente, no mundo árabe e até mesmo no Golfo, segundo estudos econômicos.
Estatísticas recentes emitidas pela Alfândega saudita sugerem que a quantidade de cosméticos importados no ano passado excedeu mais de 2.3 bilhões de dólares.
O porta-voz da Alfândega Saudita disse: "O peso dos cosméticos importados totalizou cerca de 44,6 milhões de kg".
De acordo com uma revista, o mercado de cosméticos é estimado em 60 bilhões de dólares. Embora a previsão de um crescimento anual de 11% para o setor, a revista estimou clínicas de cirurgia plástica na Arábia Saudita vai aumentar 10 vezes ao longo dos próximos cinco anos.
Ele também prevê um aumento de 26 por cento em produtos de cuidados da pele. O relatório disse que a parte do Oriente Médio de cosméticos equivale a 20% do total do mercado global, com a Arábia Saudita no topo para os países do Oriente Médio.
Além do perfume, os produtos para o cuidado do cabelo estão mostrando crescente importância na Arábia Saudita e em outros países do Golfo.
O relatório afirma que o futuro dos cosméticos é impulsionado pela crescente demanda por esses produtos, 12% a nível internacional e 15% no Golfo.
Um diretor de faculdades de ciências administrativas e financeiras da Universidade de Taif, disse que o mercado saudita era o maior no Oriente Médio e as pessoas preferiam comprar produtos de luxo.
Ele explicou que a indústria de cosméticos se desenvolve constantemente e as empresas lançam novos produtos no mercado. O total de 15.000 por ano em beleza, cuidados pessoais, cosméticos, cuidados com a pele, fragrância e cuidados com o cabelo, o que equivale a uma grande parte do orçamento familiar das famílias.

Mulheres financeiramente independentes gastam 70% 80% por cento de seu salário em cosméticos. "Isso tem um grande efeito negativo sobre a economia saudita e seu impacto se tornará maior se considerarmos medidas para incluir políticas não extravagantes no orçamento atual".

VOCÊ PODE GOSTAR TAMBÉM

0 comentários